COMO RECONHECER UM CRENTE/EVANGÉLICO?

Este é o nome de um artigo postado em blog brasileiro. Veja o que dizem de suas filhas e de vocês, irmãos e irmãs evangélicos. Conteúdo EXTREMAMENTE OFENSIVO, impróprio para menores de idade. Fica a pergunta: ONDE ESTÃO AS AUTORIDADES DESTE PAÍS? Maiores de idade cliquem aqui.

domingo, 20 de abril de 2014

NÃO SE CONTAMINE, NÃO VÁ AO "Congresso Internacional da Teologia da Missão Integral da IPB"

1 de abril de 2014


Congresso Internacional da Teologia da Missão Integral e a IPB


Congresso Internacional da Teologia da Missão Integral e a IPB

A IPB deveria ser omissa com seus líderes que promovem o liberalismo teológico?

Julio Severo
Sob a coordenação do Rev. Jorge Henrique Barro, será realizado o Congresso Internacional de Missão Integral, de 8 a 10 de agosto de 2014, na Faculdade Teológica Sul Americana em Londrina no Paraná.
De forma diferente do que vem ocorrendo nos últimos meses, em que grandes congressos da Teologia da Missão Integral destacam um dos seus mais proeminentes “apóstolos” nacionais, o evento internacional trará um dos dinossauros dessa teologia liberal: o Rev. C. René Padilla.
Padilla, que foi um dos pioneiros da Teologia da Missão Integral (TMI) na América Latina, enfrentou oposição logo no início, na década de 1960, quando sua teologia foi identificada como o que é: marxista.
Dois dos proeminentes apóstolos da TMI no Brasil, Ed Rene Kivitz e Ricardo Gondim, reconhecem que os esforços de TMI de Padilla e outros no Congresso Lausanne de Evangelização Mundial e no Congresso Latino-Americano de Evangelização foram obstruídos por Peter Wagner e outros.
Gondim também se queixa repetidamente de que a Teologia da Missão Integral teve seu avanço detido por conservadores no Congresso Lausanne de Evangelização Mundial (Manila, 1989). Ed Rene Kivitz, companheiro teológico de Gondim, já havia apontado Peter Wagner como líder da oposição conservadora. A atuação de Wagner, hoje líder do movimento apostólico mundial, exemplifica o potencial neopentecostal para deter o avanço esquerdista nas igrejas. Na dissertação de Gondim (p. 53), o erro de Wagner era “propor guerra espiritual como solução para os problemas sociais” — uma solução tipicamente neopentecostal, em contraste com a solução esquerdista de revoluções políticas.
Ecoando queixa do Rev. Luiz Longuini, da IPB, Gondim afirma que Peter Wagner já vinha frustrando os progressistas há anos. Em 1969, ao participar do CLADE (Congresso Latino-Americano de Evangelização), Wagner distribuiu seu livro que afirmava que a missão da igreja é priorizar a salvação pessoal e destacava a teologia esquerdista como perniciosa (p. 105).
A salvação, em seu termo original, inclui o resgate espiritual e também emocional e físico. Os progressistas interpretam essa amplitude da salvação como pretexto para intervenções políticas, como se o Reino de Deus fosse apenas “comida, bebida” (Romanos 14:17) e assistência social do governo. Em contraste, Wagner interpretava que a igreja deve pregar e demonstrar o Evangelho do Reino de Deus, inclusive utilizando a autoridade de Jesus para curar enfermos e expulsar demônios. É uma demonstração em sintonia com os milagres que seguem os que creem (Marcos 16:16). Mas a demonstração do evangelho, para os progressistas, se limita apenas à ação social muitas vezes em parceria com políticas e governos socialistas. Nada mais.
Qualquer rejeição a esse tipo de ação social como intrinsecamente unido ao Evangelho recebe o rótulo de “fundamentalismo”. Na dissertação de Gondim, nem Billy Graham escapa desse rótulo, porque o mais famoso evangelista do mundo se recusava a dar apoio e dinheiro para os grupos evangélicos progressistas da América Latina. A recusa de Graham lhe deu uma imagem negativa entre os adeptos da Teologia da Missão Integral. Em contraste, Gondim não poupa elogios à Teologia da Libertação e ao Evangelho Social dos EUA e reconhece que o maior obstáculo para o avanço da Teologia da Missão Integral foi “um fenômeno religioso com grande apelo popular, o neopentecostalismo” (p. 135).
De acordo com apuração do meu livro, simultaneamente a promoção da TMI e o combate ao neopentecostalismo tem origem principal entre setores calvinistas radicais. Esse grave problema foi detalhadamente identificado em meu artigo recente “A maior ameaça à Igreja Evangélica do Brasil.”
Jorge Henrique Barro, pastor da IPB
O Rev. Jorge Henrique Barro, pastor da IPB (Igreja Presbiteriana do Brasil) e principal responsável pelo Congresso Internacional de Missão Integral, é vice-presidente da Fraternidade Teológica Latino Americana, onde Padilla e sua teologia marxista têm enorme influência. Além disso, Barro é um dos fundadores da Faculdade Teológica Sul Americana de Londrina, onde será realizado o Congresso Internacional de Missão Integral.
Barro é autor do livro “Uma igreja sem propósitos,” que, segundo o GospelMais, recebeu elogios de Ricardo Gondim e Júlio Paulo Tavarez Zabatiero.
Gondim é antigo “apóstolo” da TMI e se tornou tão radical que perdeu sua posição de colunista na revista esquerdista Ultimato. Ele se tornou avançado demais, com seu apoio ao “casamento” gay, para seus companheiros de caminhada esquerdista. Zabatiero é companheiro de Padilla e ligado à Fraternidade Teológica Latino-Americana.
Zabatiero é muitas vezes identificado erroneamente como defensor da TMI, mas suas ligações reais são com a tropa de choque da marxista Teologia da Libertação. Em 1996, ele publicou seu livro “Miquéias: voz dos sem-terra,” lançado conjuntamente pela Editora Vozes e pela Editora Sinodal.
A Editora Vozes, que é católica, já teve, de 1970 a 1985, Leonardo Boff como membro do conselho editorial. No período, Boff publicou obras da Teologia da Libertação e seus próprios livros sobre essa teologia marxista saíram pela Vozes. Hoje, Boff é professor visitante de Harvard, que outrora era uma universidade que formava pastores calvinistas, e agora promove a Teologia da Libertação e muitas outras apostasias. (Suspeito que se Harvard tivesse sido originalmente neopentecostal, a esquerda apologética calvinista não perderia a oportunidade de usar esse detalhe em seu arsenal antineopentecostal.)
A Editora Sinodal pertence à Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), denominação liberal que tem laços estreitos com o Conselho Mundial de Igrejas. A Sinodal publica vários livros sobre a Teologia da Libertação, inclusive “Perspectivas da teologia da libertação: impasses e novos rumos num contexto de globalização,” cujo autor é Walter Altmann, que já foi presidente da IECLB e é hoje moderador do Conselho Mundial de Igrejas.
Pelo menos, diferente de muitos líderes que abraçam a TMI fingindo que é melhor do que a Teologia da Libertação, Altmann abraça a raiz do mal, conforme denunciou o Dr. Mark Tooley em seu artigo “Ressuscitando a Teologia da Libertação.” Como líder luterano ecumênico internacional, Altmann não tem medo de promover abertamente a Teologia da Libertação. Os mais medrosos, ou cínicos ou cegos, promovem a TMI.
A Fraternidade Teológica Latino-Americana (FTL) tem laços estreitos com a liberal IECLB. Dois anos atrás, a FTL realizou, no acampamento da Mocidade para Cristo nos arredores de Belo Horizonte, um encontro nacional com 100 participantes. O encontro teve palestrantes de longa caminhada na FTL, como Ariovaldo Ramos, Julio Zabatiero, Ricardo Barbosa e Jorge Henrique Barro, todos presbiterianos, com exceção de Ariovaldo, que, embora não seja presbiteriano declarado, tem uma história muito ligada a eles.
Ariovaldo e sua TMI têm tido portas abertas em grandes igrejas da IPB, inclusive dando aulas, desde a gestão do chanceler Augustus Nicodemus, na sua maior instituição, a Universidade Presbiteriana Mackenzie, talvez porque seu maior mentor e pai espiritual tivesse sido Caio Fábio, nos tempos em que ele era a maior estrela da IPB. (Para ver foto de Ariovaldo no Mackenzie, consulte este link: http://archive.is/bZa1X)
Caio era o maior propagador da ideologia da TMI, na sua teoria e prática, dentro e fora da IPB. Na teoria: uma pregação matreira a favor dos pobres. Na prática: aproximação dos evangélicos de Lula e seu esquerdismo mediante o discurso de ajuda aos pobres. Resultado: Brasil evangélico embarcado no furacão socialista.
Caio deixou como seu sucessor Ariovaldo, seu “filho” quase presbiteriano. Na teoria, Ariovaldo tem semelhante discurso meloso de ajuda aos pobres. Na prática, esforços de aliança com a esquerda, sempre apoiando Lula, Dilma Rousseff e Hugo Chávez, chegando ao ponto absurdo de dizer que porque o ditador venezuelano passou por aqui, o mundo ficou melhor.
A teoria e prática da TMI, como exemplificada por Ariovaldo, é uma versão mal disfarçada da maligna Teologia da Libertação de Walter Altmann e outros.
É cercado de pastores da IPB dedicados à TMI, inclusive o Rev. Luiz Longuini, que o Rev. Jorge Henrique Barro faz exatamente o que eles fazem. A promoção da TMI na IPB tem ocorrido há décadas, conforme denuncia meu livro “Teologia da Libertação X Teologia da Prosperidade.” Já na década de 1950, um missionário presbiteriano americano, que dava aulas de teologia no maior seminário teológico da IPB, infectou toda uma geração de pastores presbiterianos. Eventualmente, ele foi removido de suas funções, depois de ter passado quase uma década inteira contaminando estudantes de teologia (que depois se tornaram pastores e teólogos presbiterianos) com a TMI. Tudo isso e muito mais está registrado no meu livro.
Há também o caso escandaloso da Ultimato, revista da linha da TMI há décadas promovida entre igrejas da IPB como forma de combater o neopentecostalismo — e ao mesmo tempo avançar a ideologia da TMI.
O questionamento natural é: se a TMI tem um histórico tão antigo e profundo na IPB, por que a IPB não assume sua responsabilidade moral nesse grave problema nacional e adota medidas vigorosas para extirpar o câncer desse liberalismo teológico de seu meio?
É tão difícil assim para a IPB ver o futuro de uma igreja embriagada de TMI? Para alegria parcial dos calvinistas cessacionistas, não é preciso ter grandes dons de profecia para enxergar o futuro de uma igreja que se prostitui com liberalismo e esquerdismo. A maior denominação presbiteriana (PCUSA) do mundo, depois de décadas se embriagando de esquerdismo e liberalismo, hoje ordena pastores gays, promove o ‘casamento’ gay, apoia o aborto e faz boicotes contra Israel. Virou uma grande prostituta.
Já que o liberalismo teológico é um problema grave nos meios presbiterianos, por que a IPB não adota a vanguarda da luta contra a TMI? Afinal, muitos teólogos e pastores da IPB têm adotado uma vanguarda contra o neopentecostalismo, sendo que esse movimento é considerado, por todos os “apóstolos” da TMI, com o principal obstáculo para o grave liberalismo teológico que a TMI representa.
Tudo o que o meio calvinista tem conseguido esboçar contra a TMI são arrotos vagos. A Universidade Presbiteriana Mackenzie, que é a coroa da IPB, tenta aparentar um conservadorismo e contrariedade ao liberalismo teológico, mas na prática, seu espaço está muito bem ocupado pela TMI, conforme denúncias públicas:
Outros calvinistas, amigos do Mackenzie, não conseguem se sair melhor na “luta” contra a TMI. Recentemente, Renato Vargens, que é pastor calvinista no reduto calvinista de Niterói, “criticou” a TMI, sem dar nomes a nenhum dos bois e vacas. O título de seu ataque é: “Uma pequena nota sobre a Teologia da Missão Integral.” Ora, uma nota já é pequena. Adicionar “pequena” só reduz o que já é pequeno. Para quem, como Vargens, tem o hábito (sempre em textos, nunca em notinhas) de criticar, condenar e atacar de forma sistemática e regular o neopentecostalismo, sua notinha mostra que se a TMI é um grande câncer de liberalismo teológico entre calvinistas, ele usará uma aspirina para fazer o “combate”! É só usará uma ou duas vezes!
Já no caso do neopentecostalismo, que é visto pelas esquerdas seculares e evangélicas como a principal resistência à expansão das metas socialistas na sociedade brasileira, nada de ataque de aspirina. O ataque tem de ser com ferro e fogo, todo dia, toda semana, todo ano.
Só citei Vargens porque ele é considerado referência teológica indiscutível entre certos teólogos da IPB, inclusive Augustus Nicodemus.
Mas a maior referência teológica da IPB ainda está para nascer: será um homem que ataque o liberalismo teológico da TMI com ferro e fogo, todo dia, toda semana, todo ano. Será um homem de coragem que exortará as igrejas da IPB a cancelarem suas assinaturas coletivas da Ultimato e, em vez disso, usarem suas escolas dominicais para desfazerem décadas de lavagem cerebral da TMI.
Corajoso não é o teólogo que incha o peito para atacar os costumes do vizinho (no caso, o neopentecostalismo dos neopentecostais). Corajoso é o pastor da IPB que, dentro de seu próprio quintal, chega até Longuini, Barro e outros reverendos e diz: “Por que você está promovendo o liberalismo teológico da TMI no nosso meio? Você não sabe que isso é pecado? Você não vê que a maior denominação presbiteriana (PCUSA) do mundo, depois de se tornar amante do esquerdismo, agora ordena pastores gays, promove o ‘casamento’ gay, apoia o aborto e faz boicotes contra Israel? Abraçar o esquerdismo dentro da igreja é abraçar a apostasia. Tire isso do seu meio ou saia do nosso meio!”
O problema da infiltração esquerdista nos meios presbiterianos é antigo.
De acordo com um amigo presbiteriano, antes de 1964 a biblioteca do Seminário Presbiteriano do Norte, em Recife, se tornara praticamente um centro de documentação marxista. Quando veio a revolução anticomunista, um policial que era presbiteriano foi correndo ao seminário para avisá-los de que o exército estava a caminho. Houve então uma correria tremenda de alunos e professores jogando os livros marxistas no rio Capibaribe, que corre em frente ao seminário, e assim se safaram de alguma medida de repressão dos militares.
Meu amigo diz que em 1962 ele participou de um seminário de evangélico marxistas ocorrido no Colégio Presbiteriano Agnes Erskine em Recife. O seminário foi conduzido por comunistas (tanto presbiterianos quanto não evangélicos). O diretor do colégio, que foi o primeiro brasileiro a ocupar tal posição, fora professor do Colégio Presbiteriano Quinze de Novembro, cujo irmão era líder comunista.
Quando ocorreu a Revolução de 1964, uma filha desse professor se auto exilou em Genebra, a capital mundial do calvinismo, onde encontrou um ambiente claramente marxista entre os calvinistas suíços e todo um grupo de evangélicos marxistas vindos do Brasil e de outros países latino-americanos para se refugiarem. De acordo com meu amigo presbiteriano, durante o governo militar do Brasil Genebra tornara-se um grande centro de evangélicos marxistas.
A ameaça marxista continua presente, nos mesmos meios, embora mais sutil e cínica, conforme denunciei no meu artigo: “A maior ameaça à Igreja Evangélica do Brasil.”
 Os teólogos da IPB precisam parar de combater o liberalismo teológico com aspirina e lencinho, pois o problema é grave e merece muito mais do que notinhas. Depois de ser embalada durante décadas na IPB, a TMI está se espalhando no Brasil inteiro, conforme as denúncias dos últimos meses:
É hora da IPB colocar a aspirina e o lencinho de lado e armar-se de canhão de cano grosso para combater o liberalismo teológico com ferro e fogo, todo dia, toda semana, todo ano.
Leitura recomendada:

Aumento dos acessos a sites pornográficos está relacionado ao aumento do número de fiéis que abandonam a igreja

Pesquisa associa aumento dos acessos a sites pornográficos ao crescimento do número de fiéis que abandonam a igreja

 Publicado por Tiago Chagas em 18 de abril de 2014

ADENDO ADHT:  As informações abaixo casam com a realidade mostrada nos 114 pedidos de homossexuais que desejam deixar a homossexualidade, postados no link: http://www.defesahetero.org/2013/06/emails-de-homossexuais-pedindo-ajuda.html . Acessem este link e leiam os emails por nós recebidos e veja quantos deles, inclusive evangélicos que acabaram por serem enganados e aderiram a esta prática viciosa que causa terríveis males para a saúde física, psicológica e espiritual.  Muitos deles afirmam em seus emails que acabaram praticando a homossexualidade por causa de terem se viciado em pornografia através da própria internet e filmes pornográficos. É um grande perigo e além disto é pecado, uma pessoa expor-se a terrível influência da pornografia. PAIS, CUIDADO COM SEUS FILHOS. OBSERVE SEMPRE O QUE ELES ESTÃO VENDO NA INTERNET, TV, LIVROS, E REVISTAS ETC. Quando se veem presos por esta prática, o primeiro passo é ABANDONAR A IGREJA para não se sentir incomodado pelo pecado praticado.

Pesquisa associa aumento dos acessos a sites pornográficos ao crescimento do número de fiéis que abandonam a igreja Uma pesquisa sobre pornografia revelou que pode haver uma relação entre o crescente número de pessoas que procuram material erótico na internet e a quantidade de fiéis que deixam de frequentar os cultos.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A constatação se deu quando os pesquisadores avaliaram a correlação entre o aumento do acesso à internet e o aumento do número de pessoas que deixam de ser membros ativos de suas comunidades de fé.
Junto com o crescimento do acesso à internet, cresceram também os acessos aos sites de conteúdo pornográfico. De acordo com o Christian Post, um dos maiores portais de filmes adultos do mundo recebe sozinho 2% de todo o tráfego da internet. No total, há 420 milhões de páginas com conteúdo erótico.

“A pornografia tem sido parte da internet cada vez mais todos os dias. E as estatísticas de consumo online são surpreendentes, mesmo entre os cristãos”, comentou o blogueiro Joe Miller, que é analista da editora cristã Nelson Brooks. Segundo ele, a pornografia inibe “a oração e a contemplação benéfica”.

Para Miller, o ser humano é incapaz de trabalhar para satisfazer o “desejo e a santificação” ao mesmo tempo, e isso resulta em “ceder à atração de um ou outro”, o que explicaria o maior número de fiéis que deixam de frequentar as igrejas na mesma proporção de pessoas que acessam a pornografia.

O escritor cristão Rod Dreher foi mais a fundo em sua análise: “Se você aceitar a visão do mundo moderno no sexo, e abandonar o ensino do cristianismo, em breve você vai deixar o cristianismo. As pessoas não gostam de ouvir isso, mas é verdade”, pontuou.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

PÁSCOA – A CELEBRAÇÃO DA VIDA

PÁSCOA – A CELEBRAÇÃO DA VIDA

                        Milhares de textos serão escritos nesta data. Discorrer-se-á sobre a primeira Páscoa celebrada quando o povo hebreu obedecendo às ordens do Senhor, dadas a Moisés e a Arão, saiu do Egito. Explicar-se-á que a palavra Pesah em hebraico significa “passar por cima, poupar”, representa aquilo que o anjo fez não ferindo de morte os primogênitos de todas as casas do Egito marcadas com o sangue do cordeiro em suas ombreiras e nas vergas das portas.

                        Aquele cordeiro era um tipo de Jesus Cristo, “Nosso Cordeiro Pascal”. Assim como o sangue do cordeiro livrou os primogênitos dos israelitas da morte, o sangue de Jesus nos livra da morte eterna, da condenação ao inferno.

                        Comemoramos nesta data o mais significante acontecimento do Cristianismo: a Ressurreição! Exultemos e jubilemos todos que pela fé podemos discernir tal fato que desafia a razão e confunde àqueles que não foram, ainda, lavados pelo “Sangue do Cordeiro”.

                        Pela Ressurreição podemos contemplar a face do Senhor; podemos dizer que foi a morte que nos trouxe vida; deu-nos livre acesso ao coração de Deus; rompeu o véu que nos separava do Pai, e fez brilhar a luz que outrora estava apagada.

                        Pela Ressurreição podemos crer no nascimento virginal, na vida sem pecado, no sacrifício Vicário, na bendita esperança, na volta gloriosa e numa vida eterna com Deus. Jubilemos, exaltemos, celebremos a vida, pois, Ele ressuscitou! Ele ressuscitou! Ele ressuscitou! Ele venceu a morte! Tudo se cumpre conforme as profecias das Escrituras Sagradas. Falta apenas o grande evento final, o Arrebatamento da igreja e a Gloriosa aparição, que todos nós que fazemos parte da verdadeira igreja aguardamos com ansiosa expectativa. Maranata! Vem, Senhor Jesus!


Ademir Marques Penteado
Ministro Leigo de Ensino e Evangelismo
20 de Abril de 2014

Escrito originalmente em 12 de Abril de 2006 

VAMOS AGIR: "VOTE NÃO para não deixar aprovar a Regulamentarção do comércio de Cannabis (maconha). "


Participe da enquete abaixo promovida pelo site Voteweb sobre a regulamentação do comércio da maconha.


VOTE "NÃO" para não deixemos aprovar a lei PLC 7270-2014 para Regulamentarção do comércio de Cannabis (maconha).
Proposto pelo deputado Jean Wyllys do PSOL/RJ (Não vote mais neste deputado nem em Chico Alencar, seu amigo).            
 
 
VEJA PORQUE VOTAR "NÃO":  
 
 
A geração "estou numa boa" dos anos 60 introduziu no país aquilo que considerava ser uma droga sem malefícios: a Maconha. Hoje, contudo, há várias evidências de que ela não é tão inofensiva assim, muito pelo contrário.

Prejudica a memória? Sim. Estudos comprovam que o uso prolongado afeta a memória imediata e a concentração.

          
É bom pra asma? Não. Há antigas alegações sobre o uso da maconha como tratamento para a asma, mas estão descartados os seus benefícios, pois a maconha tem muita fumaça que é muito irritante para os brônquios.


Aumenta o apetite? Sim, a maconha dá fome e vontade de comer doces. É a famosa "larica" (fome danada!).


É a "porta de entrada" para outras drogas? Não, muitos jovens iniciaram o consumo de drogas através de solventes, cola de sapateiro, etc.


Faz menos mal que o cigarro? Não, pois a planta da maconha possui as mesmas substâncias cancerígenas (como o benzopireno) presentes na planta do tabaco.


Afeta a fertilidade? Sim. É grande a ação da maconha sobre a mortalidade e a vitalidade dos espermatozóides. Por isso, o uso da maconha reduz temporariamente a capacidade reprodutiva do homem. Mas, ao parar de fumar, a situação é revertida.


Como reconhecer um usuário de maconha?
Algumas dicas que podem ajudar os familiares a reconhecer o uso da maconha:

Normalmente, o usuário de maconha tem os olhos avermelhados e faz uso de colírios (para esbranquecer); tem notas escolares baixas, diminui a participação nas atividades familiares; passa a fazer parte de novos grupos de amigos menos desejáveis, apresenta mudanças na aparência, no vestir no comer; tem mudança radical nos hábitos e no sono; porta sementes, folhas secas picadas e guardanapos de seda bolsos; apresenta alterações bruscas de humor e promiscuidade sexual.


O que acontece com o usuário?Com o continuar do uso, vários órgãos do corpo são afetados. Os pulmões são um exemplo disso, levando a problemas respiratórios (bronquites), como ocorre também com o cigarro comum. Porém, a maconha alto teor de alcatrão (maior mesmo que no cigarro comum) e nele existe uma substância chamada benzopireno, conhecido como agente cancerígeno. Ainda não está provado cientificamente que a pessoa que fuma maconha cronicamente está sujeita a contrair câncer dos pulmões com maior facilidade. Mas, os indícios, de que assim possa ser, são cada vez mais fortes. Há ainda, os efeitos psíquicos crônicos da maconha. Sabe-se que o uso continuado da maconha interfere na capacidade de aprendizagem e memorização e pode induzir um estado de amotivação. Além disso, a maconha pode levar algumas pessoas a um estado de dependência, isto é, elas passam a organizar sua vida de maneira facilitar o uso da maconha, sendo que tudo perde o seu valor. 

ESTA LEI SÓ PODERIA SER FEITO POR UM DOS MAIORES ATIVISTAS GAYS PRÓ DROGAS, PRÓ-ABORTO, QUE LUTA PELA DESTRUIÇÃO DA FAMILIA E CASAMENTO TRADICIONAIS, QUE INCENTIVA A DEPRAVAÇÃO NAS PARADAS GAYS (Veja video no youtube.com.br), E VÁRIAS OUTRAS MALÉFICAS Á SOCIEDADE BRASILEIRA.

Com as informações aqui descritas, fica clara e descabida a possibilidade da argumentação favorável à legalização da maconha no Brasil. Cabe aos familiares dos "usuários" estarem atentos a não se precipitarem, tirando conclusões caso estejam ocorrendo algumas dessas mudanças de comportamento. O melhor é consultar antes um especialista.
 
ADENDO ADHT: Você já percebeu que os dois Deputados Federais citados só fazem ou aprovam leis contra a família, a favor da depravação moral e espiritual do povo Brasileiro. Se buscares no google.com.br por "Jean Wyllys" vais encontrar a maioria dos artigos onde ele discrimina os evangélicos, principalmente, tendo sido um dos piores oponentes dos Diretos Humanos quando o Dep. Marco Feliciano assumiu a CDHM (Comissão dos Direitos Humanos e Minorias). Pense nisso quando for votar no próximo mandato.

Este Deputado que acabou indo para o Congresso devido Chico de Alencar, que se elegeu pela legenda do PSOL/RJ, acabou por ganhar uma vaga no Congresso com apenas 13.018 votos. Éste é um número tão irrisório que houve "VEREADORES" que tiveram muito mais votos que ele. E veja a bagunça que este Deputado tem tentado introduzir na Sociedade Brasileira com as leis que criou e outras pelas quais lutou até o fim, como o PLC 122/06.

Este Deputado nunca quis defender os homossexuais mas sim destruir a família e o casamento tradicional, apoiando leis que se tivessem sido aprovadas, a Pedofilia seria aprovada sem demora, apesar de dizer ser contra ela em seu discurso.

Preste bem atenção: Os discursos de Comunistas, Socialistas, Marxistas ou esquerdistas são sempre assim: MENTIROSOS. A mentira é a maior arma usada por este grupo.
 
TODO CUIDADO É POUCO, QUANDO FOR VOTAR NAS PROXIMAS ELEIÇÕES, PRESTE BEM ATENÇÃO SE O CANDIDATO NÃO PERTENCE A ALGUM PARTIDO COMUNISTA, SOCIALISTA, OU DE ESQUERDA. NÃO VOTE NESTES CANDIDATOS.
 
 

quinta-feira, 17 de abril de 2014

ATENÇÃO PERIGO: "Deputados tentam novamente votar PNE na próxima semana" VAMOS AGIR!

Deputados tentam novamente votar PNE na próxima semana

Relator fez novas mudanças no texto do Plano Nacional da Educação
Da Agência Câmara

A comissão especial que analisa o Plano Nacional de Educação (PNE – PL 8035/10) reúne-se na terça-feira (22), às 14h30, para votar o parecer do relator, deputado Angelo Vanhoni (PT-PR). O texto vem sendo discutido desde o começo do mês.

O PNE define metas para o ensino nos próximos dez anos. Um dos objetivos é aumentar a escolaridade dos brasileiros. O relator mantém o investimento de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) na educação pública pela União, estados e municípios.

O projeto, que já havia sido aprovado pelos deputados em 2012, voltou para exame na Câmara porque foi modificado pelos senadores.

O foco maior das discussões tem sido o dispositivo do relatório que incluiu, entre as diretrizes do PNE, a superação das desigualdades educacionais, "com ênfase na promoção da igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual". Estes dois últimos eixos têm sido criticados por diversos deputados.

O local da reunião ainda será definido.

ADENDO ADHT: Gente, precisamos escrever para os Deputados Federais que participam da Comissão que analisam este plano satânico de querer incluir "enfase na promoção de "Gênero e de Orientação Sexual". Isto não pode ser aprovado, mas os "petralhas" e "comunistas" desejam a todo custo destruir os conceitos de família e casamento tradicional.

Polícia Federal investiga pastor José Wellington por lavagem de dinheiro e fraude tributária

Polícia Federal investiga pastor José Wellington por lavagem de dinheiro e fraude contra o sistema tributário, diz jornalista

Publicado por Tiago Chagas em 16 de abril de 2014

Polícia Federal investiga pastor José Wellington por lavagem de dinheiro e fraude contra o sistema tributário, diz jornalista O pastor José Wellington, presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) está sendo investigado pela Polícia Federal por suspeita de lavagem de dinheiro e crimes contra a ordem tributária.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel A informação foi divulgada por Ricardo Boechat, em sua coluna no site da revista IstoÉ. O jornalista revelou que o pedido de investigação partiu do Ministério Público Federal.

O procurador Antonio Cabral solicitou o inquérito para apurar eventuais crimes previdenciários cometidos pelo pastor, e que teriam resultado em lavagem de dinheiro e fraude em impostos.

Boechat revelou ainda que a denúncia partiu de sete pastores filiados à CGADB, que procuraram Cabral através dos advogados do escritório Jorge Vacite Neto, do Rio de Janeiro, e revelaram o suposto esquema criminoso que seria comando por José Wellington.

No texto publicado pela IstoÉ, não há informações sobre detalhes da investigação, e nem a versão da defesa do pastor.
Por Tiago Chagas, para o Gospel+

ADENDO ADHT:
"Um ABISMO chama outro ABISMO" diz a Bíblia:
Foi uma pena a CGADB não ter dado atenção aos emails que enviamos a eles denunciando as ações heréticas do Pastor citado, com provas irrefutáveis de sua aliança com o Rev. Moon da Koréia. Veja no nosso blog www.profichalimpa.org.

quarta-feira, 16 de abril de 2014

A democracia do Brasil corre perigo, diz Malafaia denunciando censura imposta sobre Rachel Sheherazade

 

16 de abril de 2014

A democracia do Brasil corre perigo, diz Malafaia denunciando censura imposta sobre Rachel Sheherazade

Para o pastor evangélico hoje o governo conseguiu calar uma jornalista e amanhã estará calando os pastores

Leiliane Roberta Lopes
Comentário de Julio Severo: A jornalista Rachel Sheherazade, que fala o que o governo nunca gosta de ouvir (mas precisa), está sendo alvo da censura de “publicidade.” Isto é, se o SBT não a colocar na linha, perderá grandes patrocínios do governo. Não é de hoje que o governo petista tem esse controle “persuasivo” da boca das TVs brasileiras e seus jornalistas. Conforme eu disse em 2009 no artigo “O preço da elevada popularidade de Lula”: “O governo Lula gastou em publicidade entre 2003 e 2008… uma cifra exorbitante de R$ 6,3 bilhões. Sem esse elevadíssimo investimento, o papel da imprensa mudaria de propagandista e beneficiária do governo para entidade livre para criticar ou elogiar os atos do governo. Além disso, o governo tem seus truques para remover do caminho jornalistas críticos, fazendo da imprensa ‘livre’ do Brasil meramente uma classe de aproveitadores e sugadores que não trabalham desatrelados dos interesses e dinheiro do governo. No estado em que estão, acomodados e bem pagos, os meios de comunicação do Brasil não têm estímulo nenhum para cumprir um papel de legítima imprensa livre.”
O Brasil precisa de milhares de Rachels Sheherazade, mas o patrocínio estatal que o governo esfrega no focinho das emissoras de televisão é uma tentação maior do que o desejo de preservar a liberdade de bons jornalistas denunciarem o que precisa ser denunciado.
Aqueles que quiserem assinar um abaixo-assinado para ajudar a Rachel, é só seguir este link: http://citizengo.org/pt-pt/6458-pela-liberdade-expressao-rachel-sheherazade-no-sbt-brasil
Eis agora o artigo do GospelPrime:
O pastor Silas Malafaia falou sobre a decisão do SBT em cancelar o quadro de opinião dos apresentadores do SBT Brasil.
A medida foi tomada após parlamentares entrarem com uma representação criminal junto à Procuradoria-Geral da República pedindo o cancelamento da verba pública repassada à emissora paulista.
Os deputados, liderados pela deputada Jandira Feghali (PSOL-RJ) afirmam que a jornalista Rachel Sheherazade estaria usando uma concessão pública para fazer apologia ao crime.
“Que vergonha! Que ridículo! O SBT ceder às pressões de partidos, tais como PSOL, PC do B e do PT. Partidos esses, que idolatram Fidel Castro, o governo da Venezuela e suas ideologias baseadas em Marx”, escreveu Malafaia.
O pastor presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo entende que a pressão dos deputados mostra que eles não estão em defesa da democracia ao impedir a liberdade de expressão.
“A democracia do Brasil corre grande perigo!”, diz Malafaia fazendo um alerta ao povo brasileiro: “Uma jornalista, na maior cara de pau, é silenciada. Liberdade de expressão para todo mundo falar a mesma coisa é ditadura da opinião”.
Malafaia continuou seu artigo explicando que verbas públicas garantem anualmente milhões de reais às emissoras e que ao calar uma jornalista independente o governo estaria impedindo que ela o criticasse.
“Imagine Sheherazade agora falando da roubalheira da Petrobras. É o governo silenciando a jornalista!”, disse em seu site, Verdade Gospel. Malafaia também se mostra desconfortável com a situação e afirma que “hoje estão silenciando uma jornalista, amanhã vão querer silenciar os pastores”.
Fonte: GospelPrime
Divulgação: www.juliosevero.com
Leitura recomendada:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...